Uma viagem para ninguém botar defeito. Pirenópolis – a cidade mais charmosa de Goiás

Se tem um lugar que você precisa conhecer em Goiás, esse lugar é Pirenópolis. A 120 km da capital Goiânia, a cidade é um charme com suas casinhas históricas e artesanato local. Piri, como é chamada pelos mais chegados, foi tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1988.

Pirenópolis, segundo a tradição local, foi fundada em 1727, primeiro como arraial e tornou-se um dos primeiros municípios  do estado de Goiás. Destacou-se na cultura com cantores regionais e na imprensa, foi lá que nasceu o primeiro jornal do Centro Oeste, Matutina Meiapontense.

Artesanato

Pode ser encontrado na lojas ou nas feiras que acontecem de dia e de noite. Há diversidade no material das peças que vão desde as joias artesanais, móveis rústicos,  tecelagem, cerâmica, madeira, palha, papel, doces, dentre outros.

Hospedagem e restaurante

Pirenópolis conta com uma diversificada rede de hotéis. Dá última vez que estive na cidade, uma semana antes do Carnaval, fiquei na Pouso Vitória que fica a 600 metros do Centro Histórico.

O atendimento da Pouso Vitória é ótimo. O lugar é limpo e novo, tem frigobar, ar-condicionado e wi-fi. Ah os quartos também tem um cheiro maravilhoso,  super recomendo! As diárias tem um preço acessível, o quarto para duas pessoas saí por apenas R$ 200,00. No meio de semana tem desconto e feriado tem alteração nos valores.

Os restaurantes oferecem desde pratos regionais à cozinha internacional. Existem várias opções de alimentação, principalmente na Rua do Lazer, a rua mais importante de Pirenópolis. Há uma grande quantidade de lanchonetes, bares e baladas.

Festas em Pirenópolis

Outro ponto que chama atenção na cidade são as festividades. O Carnaval conta sempre com cantores renomados. Esse ano o cantor Gustavo Lima abriu os shows por lá. Mas, também tem os bloquinhos de rua que são totalmente gratuitos e arrasta multidões.

A Festa do Divino Espírito Santo dura cerca de 20 dias, e acontece durante as festividades de Pentecostes, 50 dias após a Páscoa. É constituída de novenas, folias, procissão, missa, mascarados, cavalhadas e pastorinhas. Considerada uma das festas mais importante da cidade.

As Cavalhadas de Pirenópolis é uma festa de três dias, e ocorre logo após a Festa do Divino Espírito Santo. É uma luta dramática de dois exércitos: mouros e cristãos que se apresentam mascarados e cavalgando. As Cavalhadas de Pirenópolis é considerada como uma das mais belas e expressivas do Brasil.

Cachoeiras

Um dos principais atrativos de Pirenópolis são as cachoeiras e reservas naturais. Quase todas cobram uma taxa para entrar, que gira em torno de R$ 25,00, por pessoa. Muitas tem área de Camping, banheiros, energia elétrica e restaurantes. Algumas cachoeiras mais próximas de Pirenópolis são: Nossa Senhora do Rosário; Meia La; do Abade; das Araras, da Usina Velha; Bonsucesso; Dragões;  Lázaro; dentre outras.

Roteiro Histórico

Um dos cartões postais da cidade é a “Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário”. Em estilo colonial, com uma pracinha ao redor e escadaria. A igreja fica iluminada à noite. Ela sofreu um incêndio em 2002, mas foi restaurada.

O “Theatro de Pyrenópolis”, um casarão construído no fim do século 19; A “Casa de Câmara e Cadeia e Museu do Divino” já funcionaram como cadeia e Câmara dos vereadores, hoje tornou-se museu.

Outros espaços religiosos é a “Igreja Nossa Senhora do Carmo e Museu de Arte Sacra” que foi construída pelos escravos em 1750; e a “Igreja Nosso Senhor do Bonfim” que possui imagem do Senhor do Bonfim em tamanho natural.

A “Fazenda Babilônica” é uma das áreas rurais mais antigas de Goiás com um casarão colonial. É aberto aos sábados, domingos e feriados e oferece um buffet maravilhoso de café da manhã.

O “Museu das Cavalhadas” tem um acervo de roupas, máscaras, fotografias e reportagens alusivas às Cavalhadas. O “Cine Pireneus” tem um estilo Neoclássico e  funciona como um espaço para teatro, cinema e galeria de artes.

A “Ponte sobre o Rio das Almas” fica bem no meio da cidade, um charme a mais! Só passa um carro de cada vez, do lado tem uma passarela para os pedestres.

A cidade é rodeada pela natureza. As ruas são de pedras e estreitas. Há vários morros e serras. Tudo isso deixa a cidade ainda mais charmosa. Foi muito bom os dias que estive lá, quero voltar milhões de vezes.

E você já conhece Pirenópolis? Me diz aqui nos comentário.

Obrigada por acompanhar o site.

Um beijo e até a próxima matéria.

Me siga nas redes sociais:

 

Danielly Chaves
daniellychavesoficial@gmail.com
Neste site, compartilho meu modo de enxergar o mundo. Espero que você saia daqui com algumas minhocas na cabeça!! Sou cristã, gosto de música, moda, internet, viajar e ler. Obrigada por acessar!!!

2 thoughts on “Pirenópolis: dicas de pousadas, cachoeiras, festas e roteiro histórico”

Deixe um Comentário