capa futebolOi gente, mas Oi Mesmo! Tudo bem? O Cristiano Ronaldo foi eleito pela Fifa como o melhor jogador do mundo pela quinta vez. O português é o atleta mais bem pago do mundo, segundo a revista Forbes, contudo essa riqueza e sucesso só chegaram mais tarde na vida do esportista.

Filho de uma cozinheira com um jardineiro, Cristiano é de origem humilde. A persistência e o talento foram o combustível necessário para o português correr atrás dos seus sonhos, que não é só dele, mas de milhares de jovens que lutam para ser uma estrela do futebol.

Além da paixão pelo esporte, o retorno financeiro e o desejo de oferecer uma vida melhor para a família levam milhares de jovens a enfrentar as peneiras (testes) que são a porta de entrada para os clubes.

Treinando com afinco

Dentro dos clubes e escolinhas existem milhares de meninos se esforçando para tornar-se um craque. Lucas Vinícius começou bem cedo, aos 6 anos fez seu primeiro teste, motivado pelo pai. Desde então nunca mais abandou a bola, hoje o rapaz está com 18 e treina na Anapolina no sub-19. Seu maior desejo é tornar-se um jogador profissional.

“As pessoas pensam que ser jogador é fácil, mas não é! Acordo às 6h da manhã, vou para o trabalho e fico até às 13h30. Do serviço pego um ônibus e vou para o treino, chego lá às 15h30, treino até 19h. Daí pego uma carona e vou para escola. Minha rotina é cansativa, mas mesmo assim eu gosto.”

O jovem tem dado o seu máximo e tem fé que um dia sua sorte vai mudar. “Meu treinador diz que no futebol, um dia você acorda no topo e no outro você acorda lá embaixo. Então futebol é empenho, responsabilidade e dedicação, pedindo sempre a Deus força, porque sem ele a gente não consegue nada.”

jaqueson e lucas
A esq. Jaqueson e a dir. Lucas os dois são jogadores da Anapolina e estão se esforçando para conquistar uma vaga no profissional

Tocando a bola

Outro jogador do sub-19 da Anapolina é Jaqueson Cunha. O menino é de Mãe do Rio, Pará. Seu primeiro teste foi no Paysandu. “Eu estava na escolinha e meu treinador viu que eu estava interessado, me esforçando, dedicando, então ele decidiu me chamar para fazer um teste”.

Jaqueson foi para Belém, ficou uma semana em avaliação e foi aprovado. Contudo não pode permanecer no clube. “O treinador gostou muito de mim, mas por causa da minha dificuldade financeira, eu não tive condição de ficar lá, eles não estavam dando alojamento para o jogador de base, minha mãe ia ter que alugar uma casa, e o aluguel lá é muito caro.”

Foi então que a Família do atleta decidiu vir para Anápolis, Goiás, tentar uma vida melhor. “Lá no Pará é muito ruim de emprego, trabalha muito e ganha pouco. Aqui eu estudo, trabalho e treino, canso bastante. Mas é o que eu gosto, quero ser um jogador profissional e dá um futuro melhor para a minha mãe.”

A Anapolina sub-19 está na semi-final do campeonato. Quem sabe algum olheiro descobre esses garotos e eles se tornam as novas estrelas do futebol.  Torço por eles, sou professora de ambos, mas sempre falo: “Menino estuda, tem que ser um olho na bola e outro no caderno, porque o futuro a Deus pertence.”

O que achou da história desses rapazes, conhece alguém que sonha em ser jogador? Me conta aqui nos comentários.

Muito obrigada por acompanhar o Blog.

Beijos e até o próximo post.

Me siga nas redes sociais:

Instagram: @daniellychavess

Facebook: Danielly Chaves

Twitter: @danielly_chaves

Veja esses outros posts Homem baixo e a dificuldade para namorar7 passos para comprar um carro

 

Danielly Chaves
daniellychavesoficial@gmail.com
Neste site, compartilho meu modo de enxergar o mundo. Espero que você saia daqui com algumas minhocas na cabeça!! Sou cristã, gosto de música, moda, internet, viajar e ler. Obrigada por acessar!!!

8 thoughts on “O sonho de ser jogador”

  1. Muito bom Dani.História muito bonita desse rapaz.Que Deus ilumine muito o caminho dele.Cristiano Ronaldo e um exemplo para esse meninos que sonham em serem jogadores profissionais e ajudarem seus familiares.Ameii o post de verdade.Sempre bom lermos assuntos e textos como os teus querida.Parabéns.Se inscreve no meu canal e deixa teu like.bjsss

  2. Lindo o que vc está fazendo tbm sonhei e sonho ainda hj já tenho 22 anos mais nunca desistir já joguei em algumas escolinhas de futebol e uma que sempre jogava e a que eu e o Jackson jogávamos no São Francisco menino humilde joga muito e sei o valor que ele tem em dezembro vou pro Sul atrás de algo melhor pois no Pará está muito difícil pois quando queremos algo devemos batalhar ate msm ir pra lugar que nunca imaginamos e n conhecemos as pessoas mais tem que ir atrás fico feliz dessa iniciativa de vc fazer esse post e esses comentários…

Deixe um Comentário