Oi, gente, mas oi mesmo! Tudo bem? Aproveitei as férias de julho e fui visitar minha madrinha em Dourados -MS. Fazia anos que não a via. Foi maravilhoso estar com ela e sua família. De Dourados a Pedro Juan Caballero são 120 km, então aproveitei a distância curta e fui ao Paraguai.

Fomos de carro, eu mais quatro pessoas. A estrada é tranquila e quando chegamos perto de Ponta Porã – MS, cidade que faz divisa entre o Brasil e Paraguai, ligamos o som para ouvir as rádios paraguaias.

Não há nenhum posto de fiscalização entre as cidades. Percebe-se que chegou ao Paraguai, devido à bandeira. Logo, não existe uma cota de compras clara. Contudo, na estrada, do lado brasileiro, há um posto da Receita Federal, então, vale o bom senso para não ter problemas, caso a fiscalização te pare.

bandeira Paraguai e Brasil.jpg
Fronteira entre o Brasil e Paraguai

Na entrada de Pedro Juan Caballero, há várias lojas de pneus. Minha madrinha disse que eles são baratos, contudo, é proibido comprar e levar para comercializar no Brasil. Ela contou que; as pessoas vão com carros com pneus velhos e trocam por novos.

Deixamos o nosso carro no centro da cidade e fomos às compras. As lojas não são bonitas e a maioria tem de tudo: roupa, bolsa, óculos, bebida, cosmético, relógio, coisas para casa etc. Parece um pouco as lojas de “1,99” do Brasil.

Grande parte dos vendedores falam português e recebem em real. A maioria das coisas estão com preços em dólar, guarani e real. Mesmo com o valor fixo, é possível pechinchar e conseguir desconto. O dia em que eu fui, o dólar estava cotado em R$ 4,00, muito alto, infelizmente.

Além das lojas, vi em Pedro Juan Caballero vários camelôs e um shopping, onde comemos. A cidade tem poucas opções de alimentação e o trânsito é meio confuso. Os motoqueiros não usam capacete e falta sinalização.

Pedro Juan comércio
Camelô em Pedro Juan Caballero

Horário de funcionamento e o melhor de tudo

As lojas funcionam de segunda a sábado, das 7h às 16h e no domingo, apenas algumas abrem pela manhã. Isso foi a parte mais chata, queríamos ter comprado mais, porém tudo fecha muito cedo.

Então fomos para o Planet Outlet – que foi a melhor parte da viagem! Fiquei louca com tanta opção. É incrível a quantidade de itens que o shopping tem. Pena que chegamos por volta das 17h, e o Planet fecha às 19h.

Foi bem engraçado, parecia que estávamos em um reality show. Tentei comprar o máximo que pude até fechar o Outlet. Minha mãe reclamou, dizendo que não a ajudei, contudo não teve como, lá só tínhamos uma opção, ou saia procurando o que queria ou ficava sem nada.

eu no paraguai
Esse é  um posto de atendimento ao turista

Na cidade tem também o Shopping China, entretanto, devido a correria, não deu tempo de conhecer. No mais, a viagem foi muito legal, adorei as compras que fiz e espero um dia voltar ao Paraguai, mas, dessa vez, por Ciudad del Este.

E você já conhece o Paraguai? Me diz aqui nos comentários, vou adorar saber. Ah, e compartilha com aquela pessoa que quer conhecer mais sobre as comprinhas no Paraguai.

Obrigada por acompanhar o blog.

Um beijo e até o próximo post.

Veja esse outro post: Dicas para a Chapada dos VeadeirosUm lugar bom e barato, Caldas Novas

Me siga nas redes sociais:

Facebook: Danielly Chaves

Twitter: @danielly_chaves

Instagram: @daniellychaves

Danielly Chaves
Danielly Chaves
daniellychavesoficial@gmail.com
Neste site, compartilho meu modo de enxergar o mundo. Espero que você saia daqui com algumas minhocas na cabeça!! Sou cristã, gosto de música, moda, internet, viajar e ler. Obrigada por acessar!!!

6 thoughts on “Compras no Paraguai”

  1. Danielly, já fiz compras em Cidade de Leste…É um misto de camelô ao céu aberto e shoppings lindíssimos. Lá se encontra de tudo…Tudo mesmo. Feios. Ruins. Falsificados. Perigosos. Engraçados .Produtos Verdadeiros e Primeira linha…se anda demais por que é muito grande…É se compra o tempo todo. É o tipo de lugar que tido dinheiro que se tem é pouco por que tudo é mais barato que aqui e quando se escolher comprar coisas boas e verdadeiras…meu Deus é o paraíso…quero voltar!!! A fiscalização lá é quase nada. O problema são os postos policiais no Brasil. Por isto você tem razão…Vale o bom senso.Parabéns pela sua linda viagem…Vc é linda e merece muito sucesso!!!

  2. A matéria é interessante no quesito relato. Você relatou sua viagem/aventura na zona franca paraguaia. Para nós que somos teus amigos e queremos o teu bem, a matéria está excelente. Mas para quem é apenas leitor do teu blog só tem duas informações úteis: o horário de funcionamento do comércio e a fiscalização no Brasil e no Paraguai. Faltou por exemplo citar o que compensa e o que não compensa comprar lá… O que o comercio paraguaio foca que é mais compensativo… Distância de Anápolis… Despesas de viagem… Ir de carro… De avião… De ônibus…
    Excelente relato.
    Obrigado
    Eliézer.

Deixe um Comentário