thalia capa maiorOi gente, mas Oi Mesmo! Tudo bem? Durante muito tempo os cabelos lisos foram uma ditadura. Era quase uma obrigação. As mães, as empresas, os cabeleireiros e o mundo da moda determinavam que bonito era o cabelo escorrido! E muita gente sofreu com isso. Pessoas foram machucadas e se sentiram inferior por não se enquadrar nesse perfil.

Mas, ainda bem que essa cultura tem mudado. Hoje existem vários movimentos de cacheadas que incentivam outras garotas a se assumirem. A Thália de Araújo é um exemplo desse novo tempo. Depois de 13 anos brigando com o cabelo, resolveu amá-lo do jeito que ele é. Porém, não vai pensando que foi fácil, pois retomar o cabelo natural deu muito trabalho e ela teve que ser persistente.

Lembranças encaracoladas

Thália começou a usar “AmaciHair”, ainda quando criança, com 7 anos. O produto é um creme alisador. Quem aplicava era sua mãe. O alisante é muito forte, há cabelos que não aguentam e quebram. Além de ser incompatível com outras químicas, não pode nem escovar no mesmo dia. O cabelo dela é crespo tipo “4A”.

Por isso, Thalia trocou o “AmaciHair” pela progressiva. Foi cortando os resíduos do produto, porque queria clarear algumas mechas. Depois de dois anos, de abstinência, criou coragem para descolorir as madeixas. Fez luzes e o cabelo quebrou todinho, ainda tinha resíduo do “Amacihair” lastimou a menina que queria apenas ficar mais bonita. Essa é a dura realidade de quem utiliza produtos alisantes.

Thalia também utilizava chapinha. Todo dia madrugava para pranchar o cabelo, antes de ir para o trabalho. E se crescia 1 cm, ela já aplicava a progressiva, estava viciada, confessou. Contudo, se cansou de fazer química e os fios não estavam aguentando mais. Foi então que decidiu assumir os cachos.

Retornando ao cabelo original

A princípio ficou temerosa, mas o namorado e a família a incentivaram. O período em que o cabelo natural começa crescer e ainda há química ao longo dos fios, é conhecido como transição capilar. Thalia não sabia quase nada sobre o assunto e foi lutando do seu jeito. Aos 7 meses fez o BC (big chop), o corte que tira toda a química do cabelo de uma só vez. Nesse dia, ficou mal, ficou curto demais e ela não quis nem sair de casa. Mas como providência divina, sua tia cortou o cabelo na mesma época e doou para a sobrinha. A menina comprou só mais uma tela e ajeitou o visual.

No dia da manutenção, ficou chocada, em apenas dois meses, seu cabelo tinha crescido “horrores”. Thalia dispensou o aplique e começou a usar só o seu. “Eu não sei o que aconteceu, talvez sejam as massagens que eu fiz no couro cabeludo.” Entretanto, não é de se estranhar que um cabelo natural responda muito mais rápido.

antes e depois thalia
Antes quando usava o cabelo liso. Depois com ele crescendo sem química

Reviravolta

Na infância, Thalia sofreu bulling na escola. E tem traumas até hoje. “Chamavam meu cabelo de bombril.” Mas, o mundo dá voltas, e, atualmente, essa cacheada é só elogios. Por onde passa é um sucesso. Não usa químicas e só clareia algumas mechas para dar aquela valorizada. Adora cosméticos e conhece várias técnicas que realçam os cachos. Como dedoliss, fitagem e uma receitinha top que ajuda na definição. “Ferva meio copo de água com uma colher de linhaça, depois coe e misture com o creme de pentear.” Ela diz que o gel formado deixa o cabelo macio, molinho e soltinho.

Para Thalia essa mudança na aceitação dos cachos não é moda, mas uma liberdade. “É se sentir bem consigo, se sentir bonita. Mas, tem que ter força de vontade, não é fácil cuidar do cabelo cacheado, diria que é até mais difícil que o liso, mas se você amar ele, você consegue.” Disse a menina, encerrando o nosso bate-papo.

produtos thalia
Olha o tanto de produto que ela tem, tudo para cacheadas.

Então gostou deste depoimento? Conhece alguém ou é uma cacheada que se identificou com a história? Se sim compartilhe e ajude a alguém. O Instagram da nossa musa de cachos @thalia_de_araujo

Te espero no próximo post, são dois por semana.

Beijos.

Você também vai gostar de Desmaia cabelo com Glicopan Pet e A melhor hidratação de todos os tempos com creme de leite

Me siga também nas redes sociais Twitter Danielly Chaves  Facebook Danielly Chaves, Instagram Danielly Chaves

Danielly Chaves
daniellychavesoficial@gmail.com
Neste site, compartilho meu modo de enxergar o mundo. Espero que você saia daqui com algumas minhocas na cabeça!! Sou cristã, gosto de música, moda, internet, viajar e ler. Obrigada por acessar!!!

21 thoughts on “Cacheada, sim senhor!”

  1. Eu também fui mordida por essa moda de cabelos lisos e as progressivas. Fiz diversas vezes, mas desde 2015 resolvi não fazer mais nada e deixar ele ao natural. Hoje, os cachinhos já voltaram e estou super feliz com eles. Aprendi a amá-los e a conviver com eles, afinal não é só acordar de amanhã e sair.. Nesse sentido, o cabelo liso é mais prático, mas sempre que fazia progressiva me arrependia. Estou numa fase amando muito meus cachinhos e nem penso mais em alisar os cabelos!
    Beijocas

Deixe um Comentário